3

Passado algum tempo dessas descobertas sonoras, peça ajuda dos bebês para abrir toda a mala e deixe que peguem os elementos que desejarem. Neste momento você deve favorecer a participação de todos. Distribua alguns objetos para os bebês que não possuem autonomia possam buscá-los. Permita que cada um realize ações exploratórias. Você, ou outro adulto presente, pode potencializar as descobertas dos bebês mediando as ações individuais e em pequenos grupos, atribuindo significado às suas iniciativas, fazendo referência aos lugares em que temos esses utensílios na escola, resgatando sons e imagens da etapa anterior.


4

Continue esta proposta de observação sonora do ambiente, escolha um dos locais apresentado e leve os bebês para observar os sons de seus elementos em lócus. Combine tudo anteriormente com os responsáveis pelo local a ser visitado pelos bebês, pense em uma organização segura e que favoreça a ação de todos. Uma sugestão é organizar as idas dos bebês de modo escalonado, em pequenos grupos. Nesse contexto, pergunte aos pequenos quem gostaria de ir até a cozinha para ouvir de perto o sons observados nas imagens. Observados os interesses, leve (com auxílio de outros adultos da unidade escolar) os bebês que desejam ir até a cozinha, enquanto os bebês muito pequenos e os demais continuam na exploração dos objetos sob os cuidados de outro adulto de referência. Na cozinha, acorde com as cozinheiras para que liguem batedeira ou que ativem outro objetivo sonoro combinado previamente enquanto os bebês exploram o ambiente. Aguce a percepção deles diante dos diversos sons do local. Planeje tempo suficiente para as investigações.


Para finalizar:

Quando todos já estiverem de volta à sala, avise os bebês que a atividade está chegando ao final. Diga que a mala ficará disponível durante toda a semana, para que em outro momento possam interagir com os objetos. Em seguida, peça ajuda para que, dentro de suas competências, guardem os objetos na mala. Enquanto os bebês realizam a ação, conte a eles qual será a próxima atividade.

Desdobramentos

Planeje outras investigações sonoras nos diversos ambientes da escola propostos na atividade realizada, visitando a secretaria, a área verde, o parque, dentre outros, lembrando de realizar intervenções que aguce a percepção sonora dos bebês. Para viabilizar a realização desta proposta é indicado que se explore esses lugares em dias diferentes.

Engajando as famílias

Para compartilhar os momentos mais significativos desta proposta, confeccione uma cortina sonora e a instale na janela ou na porta da cozinha onde foi realizada a proposta. Caso não seja possível, instale a mesma na sala. Para isso, utilize os registros fotográficos e intercale as fotos com copinhos e garrafas pets pequenas contendo grãos ou outros elementos leves utilizados na atividade que possam emitir sons. Convide as famílias para dar uma espiadinha no objeto compartilhado e para brincar com as crianças nos horários de entrada e de saída.

Compartilhe:

Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no Facebook Compartilhar no Pinterest